sexta-feira, 27 de maio de 2016

Novo visual para Megaman e nova série animada para 2017

De vez em quando eu posto aqui algo sobre Megaman (que eu prefiro chamar de Rockman) e sou suspeito para falar dele, ainda mais depois de todo o tumulto sobre o atraso do lançamento de Mighty nº. 9 e o anúncio da final data de lançamento, sem falar no cancelamento de  Mega Man Legends 3, Mega Man Online e Mega Man Marverick Hunter FPS.

Sim, eu vivo epitelialmente, quando o assunto é Rockman. Seja como for, o assunto ainda é recorrente.

Segundo Yuichi Kinoshita (presidente da  Dentsu Entertainment USA - publicidade) foi divulgada uma imagem do novo visual do Blue Bomber produzido pela Man of Action Entertainment (a mesma de Ben 10) e o anúncio de uma nova série de TV sobre o clássico dos games.
Eu penso que não se mexe em time que tá ganhando... ficou meio Tron pro meu gosto, mas sou velho pra definir Layouts de interesse da molecada de hoje.

E agora eu falei igual ao meu avô. O tempo é cruel, amiguinhos...

Enfim, a nova série será lançada em comemoração dos 30 anos do azulzinho. Pelo que apurei, a série (chamo assim, pois não sei se podemos chamar de Anime) está prevista para 2017 tendo cerca de 27 episódios e seu público alvo é infantil (de 6 a 10 anos), então não espere nada muito violento ou ousado.

Ah, Rockman terá um alter-ego chamado Aki Light (ainda não se sabe a ligação dele com o Dr. Thomas Light), um estudante robo residente na cidade Silicon City. Ao descobrir em seus códigos internos um "protocolo" que o transforma em Megaman (com direito ao novo visual e sua bazuca de mão M-Buster), Aki Light dedicará seus novos poderes a proteger sua cidade.
Dr. Thomas Light, criador do Rockman (e sua trupe), do Rockman X (e sua trupe). Ainda não sabemos sua ligação com o protagonista da nova série animada

É bem por alto, mas a história é "marromeno" isso e fique calmo, pois a participação de Rush está garantido... mas alterado, claro.  E olhando o visual do Rockman, eu não sei se isso é bom, ou ruim. Contudo, eu lembro que muita gente torceu o nariz quando saiu o Rockman.EXE (Megaman Battle Networks) e, depois de um tempo, acabei até gostando.
Rockman Exe

Um BOM tempo, mas acabei gostando.

Pra finalizar, ainda não sabemos sobre personagens como Beat, Roll, Blues ou mesmo Bass e os Doutores (Wille, Light, Mickail Cossack). Certamente serão cenas para um próximo episódio.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Saiu o Teaser de A Bela e a Fera com Emma Watson


Poisé, e saiu o Teaser de A Bela e a Fera e, claro, a Disney não teria dado um tiro no pé lançando um Trailer. Sem maiores demoras, estrelando, Emma Watson.


Oh, Wingardium Leviosa pra você, eu vo-lo digo!

Ao que tudo indica, Ela (Disney) aposta no marketing de deixar os fãs morrendo de ansiedade com um vídeo onde quase nada é apresentado sobre a releitura de um de seus maiores clássicos.

Sabemos que a questão da Rosa será mantida, mas os personagens que fazem a corte da Fera (o Relógio Horloge, o Candelabro xavecador Lumière e a própria Fera) facilitam a aquisição de um infarto no miocárdio na maioria dos fãs antes da data de estréia do filme (previsto para março de 2017).

Incluíndo este que vos escreve.

Gantz: O Filme 3DCG tem Teaser e data de lançamento

Eu já tinha visto essa notícia no mês passado, contudo, não acreditei. Sabe aquele momento em que a máxima "Quando a esmola é demais, o Santo desconfia" é a mais correta a seguir?!

Poisé. Eu não sei se o Santo desconfiou, mas eu (que de santo não tenho nada) desconfiei demais.

E agora temos outra máxima se pondo em prática que é "Aqui se faz, aqui se paga" e PELAMORDEDEUS, a notícia é real, teremos um filme do Gantz, previsto para o dia 14 de Outubro de 2016 nos cinemas japoneses!

Bebei e regozijai! Segue Teaser do filme.

O estilo usado no referido filme é o 3DCG que é a técnica do 3-D (conhecido nas animações de cinema que vemos por aí) e o CG (conhecido dos games e fazem aquela "cena de cinema"), não confundir com o Cell-shading, mas é tão interessante quanto.


O uso dessa técnica facilita o trabalho de artistas na hora de fazer cidades, exércitos, mapas em geral. Esse estilo sempre foi muito questionado, contudo, a Indústria do Anime sempre trabalhou com Ele (Studio Ghibli e jogos como Final Fantasy VII). Uma boa postagem para se inteirar da relação entre 3DCG e os Animes está no ClubOtaku

O mangá (brutalmente sedutor, por sinal) é de autoria de Hiroya Oku e, pelo que andei pesquisando sobre Ele, o cara curte abordar temas como violência explícita e sexo em seus trabalhos como Mangaká.

Bom gosto, tenho que admitir.

Acompanhei boa parte do referido mangá e é interessante como Hiroya discute o fetichismo humano pela Ultra-violência, a necessidade de trabalho em equipe e, claro, o desperdício das nossas vidas com eventos do cotidiano e o condicionamento de nossas mentes ao trivial, esquecendo da paixão de viver.

Pra quem tem interesse em acompanhar a saga de Kurono Kei e seus comparsas pelas entranhas esquinas de Gantz, você pode adquirir os mangás no site da Panini Comics.

É tipo um livro de autoajuda, só que exemplificando por meio de estupros, desmembramentos, criaturas bizarras (principalmente os Humanos) e..., enfim, tudo isso interagindo initerruptamente.

Algum dia eu paro pra digerir o que aprendi com Gantz e escrevo algo aqui.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Veja os quatro Curtas lançados para o game Overwatch


Blizzard lança dia 23 de Maio de 2016 (valha, é hoje!!!) o Shooter (jogo de tiro em primeira pessoa, aqeles que você só vê a mão do cara apertando o gatilho) mais esperado no momento: Overwatch. Até onde sei, o Brasil será um dos primeiros países a disponibilizar o acesso, os servidores brasileiros serão abertos para jogar a partir das 20h de hoje e muita coisa já foi divulgada e lançada na net (até uma revista em quadrinhos digital e outra aqui), mas eu vou me concentrar, aqui, nas quatro animações lançadas para promover o referido Game.

Alguns personagens do referido Game ganharam animações curtas que tomaram a Internet, ao todo (pelo menos por hora), são quatro "curtas" com personagens do jogo, vejamos abaixo:


1ª Animação: Recall - Conta a história de um gorila geneticamente modificado Winston que, agora, cientista, tem uma super inteligência. Inevitável lembrar de coisas do tipo Planeta dos Macacos.

2ª Animação: Alive - Aqui vemos as "habilidades profissionais" de Widowmaker, uma assassina profissional.

3ª Animação: Dragons - Neste curta conhecemos o arqueiro Hanzo e seu irmão ninja Genji.

4ª Animação: Hero
Conhecemos o "Soldado 76" um ex agente da equipe de heróis.
Por mais estranho que isso possa parecer, os Curtas ganharam mais notoriedade na grande rede, não apenas por conta de sua qualidade (inquestionável, por sinal), mas pela polêmica envolvendo o rabo de Tracer em um dos videos... que, aliás, é um personagem bastante andrógeno.

E NÃO, não rola um "RedTube", o caso é que muitos jogadores (mulheres também, por sentirem o sexismo exagerado e desnecessário na personagem) torceram o nariz com a pose de vitória da gata e esculhambaram o meio de campo entre cliente e a Blizzard. Visando acalmar os animos, a pose foi alterada.

Lembrando que Overwatch será lançado no dia 23/05 (Brasil) nas plataformas Windows, Xbox One e PlayStation 4.

Comemorando aniversário de Saint Seiya - Soul of Gold

Poisé, eu vi uma postagem no site Saint Seiya Alfa (site muito bom, diga-se de passagem) e resolvi comemorar também. Afinal, este blog iniciou praticamente junto do referido anime e... UAU, isso quer dizer que o Café com Pipoca já tem 01 ano.

Bebei e regozijai!

Temos N motivos para comemorar o aniversário de Soul of Gold e posso dizer que Saint Seiya foi um dos primeiros animes que eu tive contato. Meu irmão mais velho diz que me tirava do berço pra eu ver com ele o Patrula Estelar, mas conscientemente, meu primeiro anime foi Voltus V.

Enfim, em Abril/15 foi lançado no Japão mais uma aventura de Saint Seiya, certamente a franquia mais rentável do Tio Kurumada (tanto que o permite viver de Juros).  Diferente do que ocorre normalmente, Saint Seiya: Soul of Gold permitiu que os amados e idolatrados salve-salve "Caceteiros de Ouro" dessa Geração mandassem no Show, algo que eu considero extremamente válido.

Nunca tivemos uma oportunidade REAL de saber o quão realmente eles eram fortes ou úteis.

Então tentei fazer um balanço geral dos prós e dos contras desse anime que gerou muita expectativa. Será que todas foram elas foram atendidas / superadas... ou será que foi um investimento tão decepcionante quanto o Tenkai-Hen shojo?!

Continue lendo, pequeno Gafanhoto.
Soul of Gold aniversário Lançamento Aioria Frody
O cavaleiro dourado Aioria de Leão e seu arquétipo corrompido de Asgard, o guerreiro deus Frody de Gullinbursti

SAINT SEIYA - SOUL OF GOLD FOI BOM PRA VOCÊ, AMOR?! 

Saint Seiya - Soul of Gold trata-se de um Spin-Off, que é (mais ou menos) uma história que corre em paralelo com a história original, sem uma ligação direta, ou seja, a história original não é afetada pelo que acontece no Spin-Off. Talvez por isso contou com apenas treze episódios, o que é pouquíssimo na minha opinião.

Até o Dragon Ball GT (que não é Spin-Off) que foi uma diarréia de Tiranissauro Rex, teve mais episódios.

Voltando ao assunto, a ideia de Soul of Gold foi bem interessante: Tirar o foco das aventuras de Seiya e seus Comparsas, mandando os Dourados pra "baixa da égua". Levemente desmemoriados, descobrem quem avacalha o meio de campo do nórdico deus Odin. Um verdadeiro CSY com trocação de tapas na velocidade da Luz. Falando em mistérios...

Loki: Um vilão que se esconde até o final do Anime

O legal, dessa vez, é que há uma certa dose de mistério no Ar. O inimigo (no caso, o deus Loki) fica oculto praticamente o Anime inteiro, movendo as suas peças. Todos pensam que trata-se de Andreas, o novo representante de Odin na Terra. Hilda de Polaris sofreu uma condução coercitiva e Andreas se torna o presidente interino de Asgard.
Soul of Gold aniversário Lançamento Deus Loki

Loki é absurdamente poderoso e tem uma armadura escura legal pacas, além de um plano de trazer uma Arma matadora de deuses usando a força da árvore Ygdrassil. Mas seus planos são impedidos pelos Dourados que mostram seus Poderes.

E os Cavaleiros de Ouro!?

TODOS os Dourados negligenciados na Saga do Santuario foram exautados. O Aldebaran, o Shura, O Mascara da Morte e Afrodite (principalmente Ele) se mostraram de extrema ajuda, na verdade, sem Afrodite, a missão em Asgard seria um fracasso colossal.

Shaka de Virgem mostrou que não apenas é iluminado no Cosmo, mas possui um esclarecimento moral do tamanho da Corrente de Andrômeda.

Shura mostrou o valor de sua Amizade com Camus (que tirou suas dúvidas com relação a Surtr), Mascara da Morte mostrou que os Fortes também amam... Dohko se mostrou um tremendo de um cuzão, mas isso não vem ao caso.


O traço de Soul of Gold

O estilo de desenho ficou por conta de Motohashi Hideyuki (que já trabalhou com o tio Kurumada em BT´X) e mantém semelhança com o bom e velho traço "androgeno" de Shingo Araki, o desenhista que deu vida a Seiya e todo o resto dos caras na saga original. Caso você não saiba, mas quem desenha os cavaleiros que "você" conhece não é o Massami Kurumada, mas Shingo Araki, além de uma caralhada de outros caras.
Seiya de Pégaso por vários desenhistas que trabalharam na série clássica de Saint Seiya
O que é muito bom, pois eu não curto muito o estilo de desenho do Kurumada. Já discutimos isso na postagem sobre animes que despencam na qualidade, mas é sempre bom lembrar: Há uma Equipe (com uma ruma de gente) trabalhando em um Anime, por isso tem episódio bem feito e outros que... ahn, acho que deu pra entender.


E os Guerreiros Deuses de Soul of Gold?!

Eles estão mais interessantes em sua Personalidade. Todos foram construídos para fazer a gente pensar (claro, também foram feitos pra vender bonequinhos) e sua abordagem psicológica é muito rica. Cada um com seu problema e fruto de suas próprias decisões, como é o caso do irmão do caceteiro Sigfried, o não tão interessante Sigmund (que toma um pau servido do Saga).

Durante as batalhas, tanto os Dourados quanto os Guerreiros Deuses trabalham suas neuras antes do desfecho da luta, que muitas vezes se dá de forma emocionante, como ocorreu na luta de Shaka contra Balder (tido como Deus).

Além disso, tivemos a oportunidade de ver Cavaleiros Dourados resolverem suas diferenças é incrivelmente interessante. Confesso que o dialogo entre Aioros e Saga (ultimo episódio, antes de unirem seus Ataques Especiais) foi curta, mas bastante emocionante.

Os Cavaleiros de Ouro e Mulheres

Uma das maiores novidades no enredo de Soul Of Gold (eu diria até que não imaginei que isso seria possível) que ocorreram no Anime: Casais. Sim, pequeno gafanhoto. Não é o fato de você se mover na velocidade da Luz e aguentar pancadas que matariam o Rocky Balboa três vezes que isso te libertará na necessidade de dar umazinha. Não senhor!
Soul of Gold aniversário Lançamento Mascara da Morte
Mascara da Morte na versão anime de "Os Brutos também amam"

MAS SOUL OF GOLD TEM SEUS PROBLEMAS...

De praxe: A história não tem praticamente nenhuma novidade: Picuinha entre os deuses.

Seja Poseidon, Hades, Odin, Apolo, sempre tem algum deus querendo puxar o tapete da Saori (ou melhor, da Atena)... claro, não foi necessariamente dela, mas de Odin. Ainda assim, pouca coisa mudou: Um vilão cuzão que quer dominar tudo só pra exercitar sua Vilanice cheia de anfetaminas.

Outra coisa: Apesar de eu ter comentado que Casais são legais, mas vou apontar que o roteiro deu um tiro no pé. Eu até entendo que os Casais Lyfia e Aioria ou aquela a Tia com o Mascara da Morte trouxeram um viés mais "Humano" e sentimental pouco recorrente na franquia Saint Seiya, mas, pra mim, a não consumação do relacionamento mais prejudicou do que ajudou. Perceba que colocar um Shipping no anime dá um romantismo, algo emocional. Porém, parece que botaram a comadre lá só pra ela se fuder e o personagem ter uma motivação pra queimar o Cosmo e apresentar sua Armadura Divina.


Tem tantas outras formas de motivar o surgimendo da Kamui Dourada, mas nããããão... tem que matar a Tia.  Admita: De nada serve colocar algo novo na História, se esse "algo novo" não colaborar pra nada de novo ocorrer pro Personagem ou pra História. Os Casais serviram para Mais do Mesmo.

Tipo o Super Sayajin Blue, mas estou mudando de assunto.

Agora é um desgosto meu: As Lutas ficaram um pouco repetitivas. Sem variedade de movimento (bate, cai, levanta, queima cosmo, bate, cai, reforço positivo, levanta, queima mais o cosmo e chuta a bunda do vilão do dia), outros momentos a luta era chata mesmo, como a luta dos Dourados contra Andreas. Essa devia ser uma das melhores lutas, mas não convenceu.

Porra, 11 Cavaleiros de Ouro quase não deram conta de um cara de vestido e um penteado de gosto duvidoso! Não me surpreende que eles perderam pro Seiya (um menino de 13 anos) e seus comparsas (entre eles, um cego).

Falando em perder, por ultimo (prometo), o Final do anime também deixou a desejar. Foi tão inesperado e estilo Deus Ex Machina quanto o início da história. Simplesmente eles foram "simbora" do jeito que chegaram. Até mesmo a rotina de quem cruzou o caminho dos Dourados (Lifya, por exemplo) parece que não mudou porra nenhuma depois que rolou toda a treta, como se nada tivesse ocorrido.

Já que trabalhou tanta coisa dos Personagens, podia caprichar mais no final.

CONCLUSÃO 
Sim, Saint Seiya: Soul of Gold foi uma boa, apesar dos pesares.
Soul of Gold aniversário de Lançamento Dourados
Pode não ter sido o melhor de Saint Seiya, mas aparou muitas arestas e falhas no roteiro da série clássica. Espero que tenham gostado da postagem (me custou tempo pacas), se acabei esquecendo algum pormenor ou mesmo você tenha um argumento plausível pra defender, posta aí nos comentários.

E nem só de cacete vive o Anime, mas de roteiro também

terça-feira, 17 de maio de 2016

Dragon Ball Xenoverse 2 - Bandai Namco lança trailer


O anúncio de um novo game da franquia Dragon Ball foi anunciado no site da Bandai Namco com um marcador cuja contagem terminava nesta terça-feira (17) .  Na net, muito se especulava sobre o novo game, que se confirmou tratar-se da continuação de Dragon Ball Xenoverse, chamado simplesmente de Dragon Ball Xenoverse 2.

A proposta do Game parece a mesma de navegar por "versões alternativas" das histórias que já conhecemos, usando um personagem customizado.



No trailer, podemos ver todos os personagens já conhecidos das sagas Sayajins, Freeza, Future Trunks, entre outros, ainda, não dá pra negar que os gráficos estão melhores, mas são poucas informações lançadas. Uma das poucas notícias que consegui arrumar até agora é Dragon Ball Xenoverse 2 não terá dublagem brasileira, pois a Bandai Namco alega que fica complicado dublar num prazo adequado, portanto, teremos apenas legendas.

O novo título está previsto para Junho de 2016 para PlayStation 4, Xbox One e PC.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Netflix lança trailer de Voltron: Legendary Defender


A Netflix, em parceria com a DreamWorks Animation (DWA), anunciou o lançamento de uma nova série animada do robozão formado por 5 mecha gatinhos ultra fofuchos no dia 10 de Junho de 2016. A nova série é Voltron: Legendary Defender (posso chamar de "anime"?) tem o trabalho de Lauren Montgomery e Joaquim Dos Santo, conhecidos na produção de Avater (aquele desenho que a galera "dobra" os Elemenos e chuta a bunda dos sacanas).
 A série está prevista para ter 13 episódios. Veja o trailer abaixo e... UAU, ficou massa PACARÁI!

Isso me fez lembrar que um belo dia quando eu era pivete, matando aula (aqui em Fortaleza a gente chama de gazear) na praça próximo do Hospital da Polícia Militar, tinha uma loja de brinquedos e eu vi um boneco de um robô formado por vários outros e o visual e as cores me lembraram o primeiro Megazord.

Na verdade, não era o Megazord, era o robô de um anime que não passava aqui chamado Voltron: O Defensor do Universo, o anime original dos anos 80.

Mighty nº. 9 previsto para Junho de 2016


Rendendo mais paradas do que Hunter x Hunter, Mighty nº. 9 foi anunciado ao Mundo em Abril de 2015 e, desde então, já foi prorrogado uma caralhada de vezes. Com mais de um ano de espera, é normal que, mesmo os fãs mais fervorosos de Rockman (e do trabalho de Keiji Inafune) se sintam desolados, oprimidos e ignorados...

... isso é frustração demais. E eu nem falei dos cancelamento de Mega Man Legends 3, Mega Man Online e Mega Man Marverick Hunter FPS.


Mas nem tudo é Dor, meu caro mancebo. Segundo o "Pai" de Rockman e Mighy nº. 9, o referido jogo estará pronto para lançamento nas plataformas PS3, PS4, PS Vita, Wii U, 3DS, Xbox One, Xbox 360 e PC até o dia 24 de Junho de 2016.

OOOOOOHHH, ORGASMOS MULTIPLOS!!

Keiji já conseguiu grana suficiente no Fnanciamento coletivo Kickstarter e, se dependesse dos fãs, teria muito mais dinheiro. Pelo que apurei, são problemas realmente na elaboração do Game, o cara quer entregar um trabalho primoroso (na qualidade de Rockman pra lá), portanto, pra quem já esperou mais de ano, mais uns meses não faz diferença.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Trailer de Ultraman Orb

 Penso eu que nunca fiz qualquer postagem sobre a Família Ultra, então vamos falar sobre Ultraman... e não é a versão maluvida do Superman, chefe do Sindicato do Crime (DC Comics), mas o mais amado, idolatrado, salve salve herói gigante do Japão.

Tá bom, eu comentei sobre o Ultraman como a versão maligna do Superman só pra mostrar que eu conheço qualquer coisa de HQs, agora podemos voltar pra postagem.

VEJA O TRAILER DE ULTRAMAN ORB

Eu vi um trailer do que parece ser uma nova empreitada envolvendo a Tsuburaya Productions, trata-se de Ultraman Orb e, ao que tudo indica, será possível a Fusão entre os integrantes do time.


Pelo que eu pesquisei, o jovem Gai Kurenai (Hideo Ishiguro é conhecido dos amantes de Gokusen) se transforma em Ultraman Orb, um misterioso integrante da Família Ultra com a capacidade de incorportar os poderes dos outros 42 Ultras. A coisa vai ficar mais ou menos assim:
  • Ultraman Tiga + Ultraman =Ultraman Orb -Spacium Zeperion form
  • Ultraman Taro + Ultraman Mebius =Ultraman Orb -Burnmite form
  • Ultraman Zero + Ultraman Jack =Ultraman Orb -Hurricane Slash form
Uma boa postagem sobre o assunto é o site do JBox, agora levando em conta os 50 anos de comemoração, com efeito, essa série irá mexer com tudo o que se sabe da fanquia... ao que tudo indica, Ultraman Orb vai ser algo tipo Kamen Rider Decade da Tsuburaya.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Not So Super Mário - Grupo israelense usa Super Mário para discutir acessibilidade


Este ano, para quem não sabe, começa a valer (desde o dia 03/01) a chamada Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência que é o Estatuto do portador de deficiência, documetno que garante acessibilidade, inclusão social, cidadania reconhecida... Essas coisas que são lindas no papel, mas que teimam em não sair dele.

A questão é que os Portadores de Necessidades Especiais estão aí e a negligência e desrespeito com essas pessoas é obsceno e eu não falo só da Acessibilidade (ou falta dela), mas a própria falta de diálogo sobre o assunto já é um problema.

Não adianta se sensibilizar com a Causa, curtir e compartilhar no Face e obstruir o acesso da calçada para o Cadeirante ou estacionar na vaga especial com seu carro do ano.

E se você faz isso, você é um fuleragem.

No que diz respeito aos Games, não poderia ser diferente. O grupo Tachles –  תכל’ס lançou um vídeo sobre o famoso Herói do Nintendinho, o Super Mário. No vídeo chamado Not So Super Mario (Não Tão Super Mário, em questionável tradução deste que vos fala), onde ele é um Cadeirante e deve enfrentar os mesmos obstáculos de sempre, só que sem a mobilidade de sempre.


 E, sim, o Luigi deixou de ser uma cópia do Mário (apenas variando pela paleta de cores) e finalmente fazz algo útil!
 
O referido grupo é composto pelo trio israelense Liron Atia, Roi Meyshar, Gadi Wilcherski e a ideia de fazer esse video foi, segundo entrevista The Inquisitr,o acidente sofrido por um dos integrantes do referido grupo.

A acessibilidade é bem discutida no vídeo e com toques de bom humor que pode ser entendido como humor negro (sempre há quem se ofenda), mas o trabalho mostra que a limitação dos movimentos pode ocorrer com qualquer um (até o próprio Mário). O respeito ao acesso dessas pessoas deve ser observado, o que não acontece todo o dia.

Seja como for, a conscientização está melhorando, inclusive, foi lançada uma petição para que Disney a crie personagens com necessidades especiais... aliás, o artista italiano Alexsandro Palombo fez ilustrações das famosas Princesas Disney como se fossem cadeirantes.

Então levante essa bunda da sua cadeira e faça a sua parte, claro, você não vai mudar o Mundo com seu "jeito ninja", mas pelo menos respeite os locais com acessibilidade facilitada como estacionamentos, faixas, passagens de calçadas e seja um cidadão consciente... não apenas no Facebook.

Seu fuleragem.

Jogo Super Impeachment Rampage - Ajude a Presidente Dilma


Cara, eu sempre evitei discutir questões políticas... mas como o assunto acabou atingindo, até, o mundo dos Games, então podemos falar disso sem partidarismo.

Lembra do game sobre atirar sapatos no Donald Trump?! Lembra do Game do DiCaprio correndo atrás do Oscar ? Poisé, o mesmo pessoal que fez esse jogo, criou um outro jogo frescando com esse cenário político brasileiro.

Desse trabalho, saiu Super Impeachment Rampage!

O referido game de aparência pixel (lembra os jogos do Nintendinho 8 Bits) pode ser jogado aqui e a ideia básica é ajudar a Presidenta Dilma a fugir dos seus perseguidores. Todos estão lá: O Vice Temer (vestido de vampiro), uma coxinha, Lula-la, o Cunha também (sem seus dólares, pois estão em paraísos fiscais) e até o Chico Buarque e sua viola.

Já dá pra notar um certo tom crítico... apesar de não tomar para si nenhum dos lados. Mas vale a diversão.