sexta-feira, 29 de julho de 2016

PokeDetector um app para avisar quando um Pokémon está perto

 E como não falar de Pokémon Go, estamos tão perto...

Poisé, então lá vamos nós de novo. Uma dica rápida para aqueles que desejam, do fundo da Alma, tornar-se um Mestre Pokémon e não perder qualquer oportunidade de capturar um monstrinho. Como ocorre no desenho, os bichos aparecem de repente e, diante do problema nacional de Segurança pública (ou a falta dela), você não vai passar o tempo todo andando com o celular exposto, certo?!

Se bem que muita gente não deixa o Zapzap por nada... mas deixa quieto.

De qualquer forma, se você não é do tipo que gosta de dar bandeira, uma alternativa de ficar informado da proximidade de um Pokémon (quando o jogo for liberado no Brasil, claro) é o Pokedetector.

OOOOOOHHHH, ORGASMOS MULTIPLOS, EU PRECIIIIIIIIIIISO DE UM!!!

O Pokédetector é um aplicativo para quem tem um Smartwatch e funciona do mesmo jeito da Pokédex. O usuário precisa sincronizar as contas do Pokémon Go em ambos os aparelhos, aí, enquanto seu aparelho fica no bolso, o PokéDetector avisa quando um Pokémon está próximo, auxiliando na sua Jornada Pokémon.

Legal pacas, mas o que xavascas é um Smartwatch?!

Tu lembra daqueles relógios que tinham uma calculadora?! Poisé, é por aí. Depois do celular ganhar funções de relógio, o Smartwatch é um relógio que oferece funções de um Smartphone.

PROBLEMAS
Sim, além de adquirir um aparelho que, certamente, você não compraria se não fosse Pokémon Go, o PokéDetector é um APLICATIVO NÃO OFICIAL, portanto, os riscos de você, Oh Mestre Pokémon em potencial, ser flagrado usando o aplicativo que precisa ser sincronizado com sua conta oficial ser banido e sua conta deletada, ah, são riscos reais!

Então use-o sabiamente, pequeno Pichu! Eu tenho a solução...

POKÉMON GO PLUS

Oh, sim, melhor do que usar um aparelho que pode fuder com sua vida de Mestre Pokémon, é usar um aparelho que vai lançar sua carreira de Mestre Pokémon pras alturas.... sem falar no visual descolado.

Apesar de ter prometido para julho agora, a Pokémon Company, filial da Nintendo, anunciou que não lançará o dispositivo "Pokémon Go Plus, apenas em setembro/16.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Pokémon Go finalmente tem data pra chegar ao Brasil


Sim, pequeno Pichu, o dia de sair por aí capturando pokémons está mais perto do que longe.


Segundo o MMO Server Status do Pokémon Go, os servidores do Brasil, Argentina e Chile estarão prontos no dia 31 de Julho e já aparecem na relação de servidores.

Aliás, Os nossos servidores já existem, já foram testados e o jogo chegou a funcionar por aqui durante a noite reservada para testes. A Niantic Labs (responsável pela produção do jogo) informou que lançaria Pokémon Go nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e em países da Europa, antes de chegar em terras tupinikins.

Quem gostou, faz barulho!


MAPAS E LOCAIS
O site Mapa Pokémon Go oferece a opção de ver todos os Poké-Stops (locais onde ocorrem interações com o aplicativo) disponíveis no país. Lá tem a opção de checar por cidade.

Eu já chequei o mapeamento em Fortaleza e, apesar de ser uma ótima oportunidade de fazer um Tour pela cidade na caça aos monstrinhos, já vi que há muita coisa no meu bairro, então, já to me preparando.
 
CASOS E ACASOS
Pokémon voltou a ser uma febre mundial e isso não dá pra negar e o aplicativo já é o mais baixado, superando coisas como Whatsapp por exemplo. Contudo, inúmeros casos estranhos envolvendo Pokémon Go já circulam na internet.

Casos não faltam mas, além do link acima, podemos destacar a invasão sofrida pelas Forças Armadas do Canadá, a Professora que abandonou o emprego pra virar Mestre Pokémon e a Vila Olímpica no Brasil que não tem pokémons.

Não é de admirar que não existam pokémons lá, até os atletas acabam saindo...

quarta-feira, 27 de julho de 2016

A Piada Mortal - Trailer e considerações sobre uma HQ tão polêmica


Eu já falei aqui que eu nunca fui muito ligado aos Quadrinhos (mais especificamente Marvel, DC Comics e afins) quando eu era um pequeno e tímido menino amarelo do bucho quebrado, o que não signifique que eu não goste de HQs. Apenas gosto de gêneros "diferentes" dos que uma criança da minha idade normalmente costumaria colecionar... tipo Terror e Suspense.

E eu penso ser por isso que eu me apeguei mais aos Mangás, onde o enredo te convence que desmembramentos aleatórios, sexo selvagem entre monstros e outras bizarrices são necessários para a história fluir mais facilmente.

Depois de velho, estou constatando que HQs também são violentos e intrusivos, sua violência, apenas, é mais sensorial e sutil e posso dizer que a HQ que me deu essa opinião foi Batman - A Piada Mortal (Alan MooreBrian Bolland) que, aliás, ganhou uma adaptação e saiu o Trailer Oficial que será lançada neste ano em DVD e Blu-ray, mesmo sem data específica.

Bebei e regozijai!


Falando nisso, já postamos aqui o Trailer do Bad Blood.

Hoje, OH Fã de Quadrinhos, é fácil você apontar uma estreita relação entre Batman e Coringa (um jogo doentio onde ambos competem entre si e se entendem a sua maneira).

Contudo, quando saiu A Piada Mortal, isso foi um tremendo soco nas ventas dos leitores. Essa relação entre Maníaco e Herói nunca havia sido abordada de forma tão crua. A referida HQ é uma das mais polêmicas, mesmo para os padrões do Homem Morcego e, como já era de se esperar, isso renderia discussões, mais polêmicas e muito, mas muito mimimi.

Então, sem mais demora, vamos falar grosso!

MATOU, OU NÃO MATOU?!
A primeira polêmica fica por conta do controverso desfecho, onde não temos a certeza de que o Morcegão deu fim ao Coringa. Em entrevista, Grant Morrison acredita que Coringa foi morto. O Allan Moore é meio perturbado e eu não duvido que A Piada Mortal tenha um quê de Seven (apesar de um ter vindo antes do outro).

"O que eu amo na HQ é que ninguém percebe, 20 anos depois, que Batman matou o Coringa. É por isso que se chama The Killing Joke!" reitera o quadrinista Grant Morrison. Apesar de isso ser assunto para os fãs do Morcegão trocarem tapas em qualquer lugar onde se levante a questão, nem de longe, esse é o pior dos problemas...

A POLÊMICA DO ESTUPRO...
Outra coisa complicada abordada nesta HQ é um suposto "estupro" envolvendo Barbara Gordon (Batgirl). Na história, o Coringa invade a casa da moça e a atinge com um tiro, deixando-a paralítica. Depois o Comissário Gordon é sequestrado e forçado a ver uma série de fotos de Barbara nua e ainda sangrando por conta do tiro.
Foto da página publicada na HQ

Até ai, tudo bem, afinal, na cabeça do Coringa, alejar e humilhar um Herói regional é como espremer uma espinha.

O problema é que em 2013 um perfil chamado Billy Hynes da Gosh! Comics postou páginas oringinais da HQ, onde Barbara não apenas está nua e sangrando, mas há sangramento em suas partes íntimas...

... o que sujere um estupro de incapaz.

É, Coringa, meu velho. Você mijou fora da bacia, dessa vez.

Há quem pense coisa do tipo "Ah, a Sociedade está bastante tolerante com esse tipo de coisa e estupros até são usados para finalizar temporadas daquele Seriado de sucesso que não pode receber críticas bla bla bla..." e se você pensa assim, você precisa de ajuda profissional.  E mesmo levando em conta que a HQ foi feita em 1988, a erotização da violência sexual não deixa de ser impactante e não vai ser a super exposição da violência sexual em HQs ou em um seriado acima de críticas que vai diminuir esse peso. Tem uma postagem boa do TerraZero sobre o assunto e, aliás, falando em sexo...

CLASSIFICAÇÃO 17 ANOS?!
Pra engrossar o caldo, na San Diego Comic-Con 2016, onde rolou a exibição do trailer de A Piada Mortal, os fãs falaram de uma possível cena de sexo entre Batman e Batgirl e, excetuando pela cara do Batman (parece que ele está fazendo um calculo matemático enquanto Barbara faz tudo sozinha), a coisa foi séria.

Eles estão fornicando...

Segundo Bruce Timm (Produtor) em entrevista ao site Vulture, a HQ é relativamente curta pra trabalhar numa animação, então decidiram incluir material novo. “Nós pensamos, ‘Se nós vamos adicionar histórias novas, vamos fazer todas elas sobre a Barbara”, ainda, “Nós decidimos que deveríamos lidar com a Barbara como Batgirl, então nós poderíamos passar mais tempo com ela e meio que entender de onde ela vem”.

Timm não se considera um Fanboy de A Piada Mortal, mas já que a animação foi feita levando em conta uma Classificação 18 anos, ele responde que não abordou o estupro, pois “Eu nunca, nunca, pensei que ele realmente havia estuprado ela” e “Se eu achasse isso, eu provavelmente teria mudado a cena”.


A POLÊMICA CAPA DE BATGIRL #41
Em 2015, a DC Comics anunciou que faria uma série de capas alternativas com temática do palhaço, inclusive, uma dessas capas foi feita pelo desenhada brasileiro Rafael Albuquerque (Batgirl #41), que faz referência direta a A Piada Mortal, cujo nome já causa um certo impacto.

Pois bem, Segundo o site Omelete, Rafael Albuquerque enviou comunicado oficial solicitando o cancelamento da publicação de sua Capa e, na época, as hashtags #changethecover e #dontchangethecover comeram solta pela Internet.
O desenhista brasileiro Rafael Albuquerque

Pra quem não sabe, a tal capa polêmica é a imagem que inicia este Post.

Segundo o documento oficial (em inglês e traduzido pelo pessoal do Omelete), Rafael justifica sua atitude. "Para mim, foi uma capa assustadora que trazia algo do passado da personagem, e eu foi capaz de interpretar isso artisticamente. Mas ficou claro que, para outros, isso tocou em um nervo importante. Eu respeito essas opiniões e, sem entrar no mérito de quem está certo ou errado, acredito que nenhuma opinião deva ser desacreditada. Minha intenção nunca foi ferir ou desapontar ninguém com meu desenho. Por essa razão, recomendei que a DC não publicasse a capa. Fico incrivelmente grato que a DC Comics tenha ouvido minha preocupação e decidido não publicar o desenho de capa em junho como anunciado anteriormente".

Um ótimo desenhista e um incrível senso de maturidade... além de bolas do tamanho dum trem. Não é qualquer um que alcança, de forma tão direta, um Clássico das HQs e desiste em consideração a opinião pública.

Enfim, pra finalizar, fique sabendo que a animação terá Mark Hamill (Luke Skywalker), como dublador do Coringa.Vamos aguardar pra ver se o desenrolar dessa história não piora, mas tudo dentro do que pode se esperar de uma HQ de peso.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Diretor de Lost Canvas comenta sobre o Anime na Japan Expo

A Japan Expo 2016 ocorreu em Paris (França) em Julho/16, contando com vários ícones do Mundo Otaku. Videos e fotos circulam adoidado pela Net sobre o referido.
Pra mim ,boneco é pra brincar... mas não deixa de ser uma exposição foda.

Além da participação de Shiori Teshirogi ( mangá do Lost Canvas) e um espaço reservado para comemorar 30 anos de Saint Seiya (franquia que permite Massami Kurumada a viver de juros), também tem aí 10 anos de Lost Canvas e os fãs não perderam a oportunidade e questionaram os envolvidos com a produção do referido anime que marcaram presença.
Yûko Iwasa e Osamu Nabeshimaem entrevista durante a Japan Expo
Osamu Nabeshima (Diretor) e Yûko Iwasa (Character Designer) foram questionados pelo Público sobre a demora no lançamento da terceira temporada de Lost Canvas e, segundo Yûko, "Eu desejo com todo meu coração e não apenas para mim, mas porque esta série é muito rica".

 Porém, existem complicadores...

A Bandai (produtora dos brinquedos da série e cuida da adaptação dos personagens do Anime em brinquedos para venda) também tem papel ativo nas decisões da Produção e, segundo o discurso dos envolvidos, seria esse um dos maiores problemas na produção de Lost Canvas, apesar do anseio de continuar o trabalho.

Entendam que não se trata de engavetar o anime, mas há interesses financeiros e a Bandai investe pesado na franquia Saint Seiya desde o início. Segundo o site CavZodiaco.com.br, apenas dois bonecos Cloth Myth baseados em personagens do Lost Canvas foram lançados: Tenma de Pégaso V1 (em Agosto de 2009) e Kagaho de Benu (em Novembro de 2009). Ambos não venderam bem no Japão em um primeiro momento (hoje, se tornaram itens até que raros).

segunda-feira, 25 de julho de 2016

O Destino de Gohan em Dragon Ball Super foi chato?

Representação Oficial de Mirai Trunks para Dragon Ball Super
O Episódio 52 de Dragon Ball Super resolveu puxar o freio de mão um pouco, depois de toda a tensão causada pela aparição de Black, um alguém que "parece" ser o Goku, mas fala coisas estranhas como "lutar usando este corpo".

Agora que o tumulto diminuiu um pouco, temos a oportunidade de saber, com precisão, o que passa na cabeça de um personagem de tanto contraste em DB, de alguém que viu sua geração ser massacrada por vilões de Poder obsceno.

Pensando nisso, Mirai Trunks só venceu o Cell (naquela forma de barata) e o Dabura (e com ajuda). Os Androids e o Black chutaram a bunda do Trunks até o passsado de forma preocupante.

Já falei disso aqui anteriormente, mas eu penso que resgatar um personagem como Mirai Trunks foi a forma mais acertada de salvar Dragon Ball Super, que já vinha caindo no gosto dos fãs mais tradicionais e não apenas pelo fato de sentirem falta das lutas (e da violência por assim dizer), mas pelo traço que vinha despencando em queda livre.

Que, aliás, não melhorou e já falamos na queda da qualidade de alguns animes também.

Eu vejo muita gente reclamando que o Mirai Trunks está enfraquecido e, mais ainda, reclamando que o Gohan firou um bosta, que não luta mais e que sua participação no anime é humilhante...  de certa forma, é bastante chato ver um personagem que superou todos os padrões aparecer como Gohan aparece em DB Super.

E eu pensei que nada seria mais ridiculo do que o Super Sayaman, mas sigamos em frente.
Trunks viu, por diversas vezes, seus amigos morrerem sem a possibilidade de usar as Esferas do Dragão
É fato que essa reclamação toda não é outra coisa, se não um mimimi de raiva dos fãs que sentem falta do Gohan caceteiro. No Futuro, Gohan perdeu um braço e tem, no rosto, uma cicatriz do tamanho de uma folha A4. Ainda, o cara é responsável pelo legado de Goku, sem falar no Gohan SSJ 2 que transformou os filhotes do Cell em farofa com um "pedala Robinho"...

... e faz tempo que não ouço essa expressão.





Então, isso faz falta, mas vendo o referido episódio, ficou claro para mim que apresentar um Gohan pacato, fracote (sim, o próprio Trunks constata isso) e que encontra prazeres em estudar, tomar sorvete e pagar mico para entreter a filha tem algo muito mais intenso do que, simplesmente, mostar mais do Goku e Vegeta.


Para muitos Fanboys, o Gohan desta Linha do Tempo ficou chato e os fãs tem que boicotar o Anime. Porém, no final das contas, Trunks fica feliz pelo "fim" de seu Mestre: Tempo e liberdade para prazeres simples, motivos simples pra dar risada, uma boa companhia, enfim, pra mim, dar um descanso merecido a um Herói que tanto lutou de forma feroz e competente, apesar de nosso senso egoísta, é o melhor final para o discípulo de Piccolo.

Numa cena bastante emocionante, Trunks demonstra querer uma vida assim, chegando a invejar Gohan, que teve a oportunidade de optar por viver uma vida sossegada, coisa que nosso guerreiro do Futuro tanto deseja para o seu Futuro e para Ele próprio e as pessoas que ele gosta.

Apesar dessas pessoas terem morrido nas mãos do Black, mas isso não vem ao caso.
Se você parar pra pensar um pouquinho, em toda a história da franquia de Dragon Ball, poucas vezes vemos Sentimentos sendo explorados de forma positiva em seus personagens, excetuando sentimentos como Raiva e Tristeza por alguém assassinado numa luta violenta, o que geraria mais Raiva.

A verdade é que, de uma certa forma, nosso querido Mirai Trunks consegiu salvar seu Mestre. Ele vive feliz e tranquilo e a viagem no Tempo permitiu que isso fosse constatado. Concluíndo, o passeio de Mirai Trunks pela Linha do Tempo que ele ajudou a criar pode ser considerada um Crime (segundo o Jaco e Whis), mas, de uma certa forma, é exatamente isso que o filho de Vegeta procura para a sua Linha do Tempo: PAZ.

E, mais uma vez, eu tiro o chapeu para Dragon Ball Super, que permitiu fechar esse Arco e permitiu alcançarmos essa interpretação. Eu já falei que o Anime está melhorando a cada episódio e, mesmo que não acabe como esperamos, são momentos assim que me permitem dizer que o anime foi bom e ,realmente, Dragon Ball Super está surpreendendo.

Até a próxima postagem.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

GRUPO SEGUNDA SESSÃO PROMOVE INVASÃO DE SUPER-HERÓIS NO SHOPPING BENFICA

Logo do Grupo Segunda Sessão
E nem só de Sana vive o fã de Quadrinhos e Mangás em Fortaleza, eu vo-lo digo!

Desde o dia 06 de Julho de 2016 que rola no Shopping Benfica (Fortaleza-CE, Brasil, Planeta Terra, Via Láctea) uma exposição de tudo que é bom e interessante no Mundo Nerd / Geek e Cultura Pop.

E ainda há quem fique enfezado quando eu digo que não há melhor época para se reconhecer como um Nerd / Geek.

O Grupo Segunda Sessão mantém no referido Shopping, até o dia 30 de Julho, um grande acervo de HQs, Mangás e miniaturas de vários elementos da Cultura Pop como Star Wars, Marvel, DC Comics, Mangás de forma geral e muitas, muitas imagens avulsas.

Outra coisa que vale a pena ser mencionada são as apresentações de Cosplay programadas para a semana de finalização do Evento, com Power Rangers nos dias 21 e 22 de Julho (18 até 20hs) e Super-Heróis no dia 23 de Julho (18 até 20hs).

Vale ressaltar essa da Mulher Maravilha que tá um pitelzin...


... e eu não disse?!

Bom, voltando ao Post, este que vos fala foi conferir de perto o Evento para trazer para você, Oh Leitor razão de Existir deste Blog, um pouco do que está rolando e conseguiu uma entrevista com o Alexandre Soares (Grupo Segunda Sessão) que explicou um pouco do seu trabalho como palestrante, colecionador e fã de quadrinhos.



Alexandre Soares trabalha com o grupo Segunda Sessão cuja ideia é relacionar Histórias em Quadrinhos com uma perspectiva filosófica, mais precisamente a linha de Aristóteles. O grupo atua com estudantes do 3º e 4º ano, sempre abordando o conteúdo das HQs com Filosofia, com bagagem aí de 30 anos de atuação.

Inclusive, Alexandre ressalta que seu personagem favorito é o Batman, justamente pelo seu caráter Trágico. O que rendeu um belo trabalho sobre psicologia infantil a luz do Homem Morcego.

Quem fala assim, não é gago.

Sobre os Filmes que vem de monte, Alexandre mostra reservas quanto a uma eventual “receita de bolo” que a Marvel pode acabar usando exaustivamente, apesar de se mostrar satisfeito com o Fanservice. A questão é que os filmes de heróis de Quadrinhos estão de tal forma inseridos no calendário dos Amantes de Cinema (não apenas do público alvo, mas amantes da Sétima Arte) que, se a Marvel não tomar cuidado, pode saturar o mercado.

Falando em ficar com o pé atrás, perguntei sobre as tantas remodelações no Universo Marvel que tiram o sono dos fãs atualmente, para quem não sabe, as mudanças são tantas e tão escabrosas que hoje você vai dormir e seu personagem favorito amanhã pode estar irreconhecível amanhã.




Sobre o assunto,Alexandre aponta que estamos em Novos Tempos e a empresa precisa alcançar um novo público, contudo, seria mais interessante manter os personagens originais, o que valeria até a possibilidade de um encontro futuro em uma Edição Especial. Ainda, citou como exemplo, o caso da Miss Marvel. Forçar goela abaixo uma mudança assim pode complicar para os fãs mais tradicionais.

Um grande cartaz e praticamente ninguém leu...
Pra finalizar, o evento (Segunda Sessão e Gibiteca) contou com uma Campanha de Doação de gibis para a Casa do Menino Jesus em Fortaleza, tá valendo só tudo (edições avulsas, séries incompletas, completas também, etc),mantendo uma Caixa enorme e enfeitada para coletar as edições... e qual não foi a surpresa quando o Grupo se deparou com a Caixa de Doações cheia de lixo.


Sim, lixo.


Não estou falando de revistas acabadas ou de conteúdo questionável, mas lixo literalmente falando. Copos, embalagens de comida, panfletos e similares.“Deixamos um anuncio aqui na frente com telefone, eu mesmo iria buscar as revistas onde fosse, mas todo dia a caixa saia completamente suja. Sentimos-nos forçados a tirar a Caixa, comenta Alexandre, notoriamente decepcionado.

E eu que achava problemática a postura dos adolescentes na Sala de Leitura do mesmo Shopping.


Mas Super-Heróis não desistem e a Campanha de Doação de Gibis para a Casa Menino Jesus continua! Caso você tenha alguma edição perdida no seu quarto ou queira dar fim naquela coleção que você conquistou gastando seu rico dinheirinho, mas agora tem em Alta Definição no seu Tablet, não perca tempo, faça uma boa ação.



Ligue 98965-3385 e fale com o próprio Alexandre que o cara vai buscar... mas seria muito mais legal se você fosse até o Shopping Benfica, loja 165 e fizesse a doação lá mesmo, aproveitando pra prestigiar o Evento, que eu recomendo demais.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

História da Mai, mais sobre Black e um novo ponto de vista sobre Dragon Ball Super

Antes de qualquer coisa, quer me desculpar, pois estou postando do Celular. Estou de férias e o acesso a Internet e um computador é um tanto traumático. Agora, vamos ao post.


Já li muitas coisas sobr a origem do Black e já especulamos bastante sobr as teorias que envolvem a origem de Goku Black aqui no Blog.

DISCUTINDO O EPISÓDIO 51 DE DRAGON BALL SUPER

O episódio 51 mostrou um pouco mais sobre o sinistro personagem que, não apenas tem o Amor de todos os fãs da franquia, mas está prometendo tornar-se o MAIOR CUZÃO DE TODOS os Vilões de TODO o Dragon Ball.


Muita coisa apresentada no episódio deixou os fãs com uma pulga atrás da orelha, pois a história se desenvolve de uma forma que prende a atenção com mistérios e personagens que, apesar de super ultra mega ultimate poderosos, tem personalidade bem trabalhada e a ambientação deles no Universo Dragon Ball está de vento em popa.

Sim, eu estou convencido e curtindo o andamento da História.

Goku Black é o Goku que morreu do coração?!

O fato de Black se impressionar com as transformações de Goku deixam evidente que ele "não conhece" as transformações de um Super Sayajin. Isso não apenas descarta as teorias de que o Black seria Goten, mas reforça uma nova teoria que corre solta: Black seria o Goku que morreu do coração na Linha de Tempo do Mirai Trunks.

Black se comporta da mesma forma de Goku e também curte uma luta apertada. Depois, voltou ao Futuro para treinar e "aprender" a forma de lutar do filho de Bardock.

Mai ganha um bom destaque no Anime

Outra coisa que foi bem legal foi a história de Mai e sua importância na salvação da Humanidade no futuro do Trunks (apesar de Pilaf ou Shu não aparecerem), o que serviu bastante pra desvincular aquela imagem de Dragon Ball que tudo se resolve com uma luta (o que ficava muito forte na Saga Red Ribbon e na Saga Cell).

Sim, muita gente torce o nariz quando eu digo isso, mas é o que ocorre.
Aqui podemos ver como a Humanidade trataria um indivíduo extremado, com poderes singulares e que ameaça a vida na Terra, tipo um Superman surtando.

Nessa mesma linha de raciocínio, recomendo a HQ Irredeemable, de Mark Waid.

Qual a relação de Black com os Deuses?!

Outra coisa que foi interesante é o fato de Black poder viajar no Tempo e reconhecer Bill e Wiss, estes ainda reconheceram o Ki de Black (já sentiram o Ki dele antes), isso reforça a teoria de que Black seria um antigo Kaioshin ou um Kaioshin de um dos Universos destruidos.
O Kaioshin Zamasu, que parece na abertura e ainda não apareceu no anime

Bom, Zamasu ainda não apareceu, mas o fato dele aparecer na abertura da nova temporada deve ser por algum motivo. Há quem acredite que Zamasu é um cara mó limpeza, igual aos Kaioshins que ajudaram Goku e seus comparsas contra Babidi.

Mas, se for assim, quem ta por trás de Black:?!

Ah, e para quem já ficou tocado com o encontro de Mirai Trunks com o pequeno e brincalhão Trunks do presente, se prepare para o encontor de Mirai Trunks com o Gohan preguiçoso e pai de família do presente. Bem diferente do carrancudo e maneta Gohan do futuro (que é bem mais legal, diga-se de passagem).